Apresentação

 

Som da Maré

O projeto participativo Som da Maré vem apresentar os resultados de quatro meses de oficina e trabalho de campo nas favelas da Maré através de duas intervenções culturais; uma exposição de arte sonora no Museu da Maré e passeios sonoros guiados no parque do Flamengo, Rio de Janeiro.

Exposição
3 instalações articulando vivencias sonoras, o cotidiano e reflexões sobre o futuro. As três obras utilizam recursos sonoros, visuais e interativos que ocupam três galerias no Museu da Maré. A exposição complementa a exposição permante do museu “Os 12 tempos da Maré”.

Museu da Maré
Av. Guilherme Maxwell, 26, Maré, Rio de Janeiro
20 Maio – 20 Junho 2014
Terça a Sexta 9h – 21h
Sábado 9h – 17h

Passeio sonoro no parque do Flamengo
Em grupos de 15 pessoas, o público é guiado por membros da Cia Marginal, uma companhia de teatro da Maré, num passeio sonoro que articula depoimentos, ambientes sonoros e gravações de campo tal como intervenções dos atores.

Ponto de encontro: Parque do Flamengo, Parque de Estacionamento – Entrada Porcão – Kombi “Som Da Maré” [mapa]

Kombi "Som da Maré"

Kombi “Som da Maré”

Para participar no passeio agende sua visita em http://www.eventick.com.br/somdamare

Os passeios decorrem de terça a sexta às 15h (duração 45m) e sábado 10h e 14h (com transporte opcional para o Museu da Maré) no período de 20 Maio – 20 Junho 2014.

O projeto Som da Maré é uma iniciativa de arte sonora participativa que tem como objetivo articular a relação entre o som e a vida quotidiana de habitantes e moradores no Complexo da Maré no Rio de Janeiro. Com mais de 140 mil habitantes, a Maré desenvolveu a sua própria dinâmica cultural que se relaciona com o resto da cidade de formas complexas e por vezes problemáticas.

O projeto tem como base metodologias desenvolvidas para o “Sounds of the City – Belfast”, (encomendado pelo Metropolitan Art Centre, para a sua abertura em 2012). Nesse âmbito, o projeto tem como foco o trabalho com moradores no desenvolvimento de temas que podem formar a base de uma exposição de arte sonora de grande escala. O projeto utiliza métodos colaborativos e participativos para garantir um nível de autoria pelos próprios habitantes e moradores no intuito de contribuir para a celebração da cultura local.

Curador e coordenador:
Professor Pedro Rebelo

Participantes:
Alan da Silva Lira, Aline Pereira Macário, Aline de Moura,
Artur Costa Lopes, Danilo Andrade, Everton Ramos,
Geandra Nobre, Jaqueline Alves, Jaqueline Andrade,
Jeferson Luciano Gaspar Mesquita,
Joyce Rodrigues de Oliveira, Larissa Paredes,
Matheus Frazão de Almeida Silva, Matilde Meireles,
Marco Aurélio Damaceno, Mariluci Nascimento, Marina Cortês,
Natália Chaves Bruno, Phellipe Azevedo, Priscilla Monteiro,
Raíza Barros Nascimento, Rodrigo Furman, Rodrigo Souza,
Sebastian Wiedemann, Tullis Rennie, Wagner Belo de Siqueira,
Wallace Lino

Apoio e Organização:
Antônio Carlos Pinto Vieira, Claudia Rose Ribeiro da Silva,
Guto Nóbrega, Grupo Musicultura, Lygia Niemeyer,
Marli Damascena, Miriane da Costa Peregrino,
Rodrigo Cicchelli Velloso, Samuel Araújo, Terezinha Normandes
UFRJ: Escola de Belas Artes, Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Escola de Musica, Programa de Pós-Graduação em Música

 

ceasm museu   007minerva_fundo_preto_e_transparente_vert      qubSARC_logo

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s